Coletiva de sete artistas do Ateliê Fotô

Constelações de imagens fotográficas que formam narrativas complexas e não lineares são o mote da mostra Constelações, intermitências e alguns rumores, com curadoria de Eder Chiodetto e Fabiana Bruno, que será apresentada no 6º Festival de Fotografia de Tiradentes, entre os dias 09 e 13 de março, na Rampa das Flores, rua Direita 189, Centro Histórico.

Composta por sete artistas que participam dos Grupos de Estudos e Criação em Fotografia do Ateliê Fotô, criado pelo curador Eder Chiodetto em 2011, a mostra trará séries específicas de cada artista que se organizam a partir de agrupamentos que oferecem a possibilidade inesgotável de leituras e releituras, montagem e remontagem.

Segundo os curadores as séries desses sete artistas “fazem alusão a possibilidade de ver as imagens como astros celestiais de um pequeno cosmos, em que o criador e suas criações, por seu campo e fronteiras celestiais nos permitem imaginar agrupamentos, deslocamentos, fusões, conjunções, a partir das imagens orquestradas por séries, que se transmutam ao estatuto de constelações”.

Mesmo partindo de premissas distintas, esses sete artistas costumam trabalhar a partir de uma matriz criativa que se desdobra em uma série de imagens. Consteladas – organizadas em mosaicos – elas criam ricas possibilidades de leituras, as vezes cíclicas outras vezes sequenciais.

“Formar constelações é conjugar, montar e desmontar, um caráter que embasa todo o potencial visual de reflexão, seja pelo campo do experimental, seja pelo relacional, ou associativo inerentes ao seu processo de existir e se expor”, dizem Eder Chiodetto e Fabiana Bruno.

Integram a exposição os artistas Ana Lucia Mariz, Carolina Krieger, Elaine Pessoa, Marilde Stropp, Marcelo Costa, Natasha Ganme e Sheila Oliveira.

 

Ateliê Fotô

O Ateliê Fotô, inaugurado em 2011, pelo jornalista e curador Eder Chiodetto, é um espaço de reflexão e produção de fotografia contemporânea.

Além das atividades de curadoria, edição de livros, leitura de portfólio e consultoria individual para desenvolvimento de projetos autorais em fotografia, Chiodetto mantém no Ateliê Fotô, quatro Grupos de Estudo e Criação em Fotografia.

Voltados para fotógrafos profissionais e amadores avançados que desenvolvem projetos pessoais, os Grupos visam auxiliar no desenvolvimento dos processos criativos de seus participantes por meio da leitura comentada de portfólios, da pesquisa de autores e obras específicas da história da fotografia, além do estudo de teorias acerca dos processos simbólicos que envolvem a trama fotográfica.

O intuito geral dos Grupos de Estudo é que ele seja um centro produtor de fotografia contemporânea em suas mais diversas aplicações. O objetivo é que os trabalhos gerados individualmente por cada participante, na medida do possível, estejam aptos a concorrer em editais, concursos, leituras de portfólios em grandes eventos, etc.

O principal foco está na discussão em torno da edição, leituras e discussão de textos teóricos, de como desenvolver estética e conceitualmente um corpo de trabalho, um ensaio ou série autoral.

Os encontros são coordenados por Eder Chiodetto e Fabiana Bruno.

Site Ateliê Fotô: http://fotoimagemearte.com.br

 

Os curadores

EDER CHIODETTO [São Paulo, SP, 1965] é mestre em Comunicação pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo. Atuou como repórter-fotográfico (1991-1995), editor (1995-2004) e crítico de fotografia (1996-2010) no jornal Folha de S.Paulo. Hoje, reúne as funções de jornalista, professor, curador e pesquisador de fotografia. Como docente ministrou, entre 2005 e 2010, aulas na Universidade Metodista de São Paulo e na Faculdade de Fotografia do Senac-SP. Como curador independente realizou, desde 2004, mais de 70 exposições no Brasil e no exterior. Chiodetto é também o curador do Clube de Colecionadores de Fotografia do MAM-SP desde 2006.

É autor do livro O Lugar do Escritor (Cosac Naify) e editor da coleção Fotoportátil (Cosac Naify), entre outros. Em 2013 lançou três novos livros: “Geração 00: A Nova Fotografia Brasileira” (Edições SESC); “Curadoria em fotografia: da pesquisa à exposição” (E-book, Prêmio Marc Ferrez/Funarte) e “German Lorca” (Cosac Naify).

Chiodetto é constantemente convidado a dar palestras e fazer leituras de portfólio em eventos internacionais, tendo participado dessa forma do Paris Photo, Photoespaña, World Photography Organization (Londres) e Fotográfica Bogotá. É responsável por indicar fotógrafos para importantes prêmios internacionais tais como Prix Pictet, Paul Huf Award, Master Class World Press Photo e Photoville/Fence.

FABIANA BRUNO é doutora em Multimeios, pelo Instituto de Artes da Unicamp, jornalista e pesquisadora nos domínios da imagem e da fotografia. Tem se dedicado à discussão centrada no contexto dos arquivos e álbuns de fotografias, suas tessituras, morfologias e inter-relações com a poética e antropologia da imagem, tema de seu pós-doutoramento (2013) pela Escola de Comunicação e Artes (ECA) da USP. Atualmente é pesquisadora vinculada ao Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da UNICAMP, onde ministra cursos e orientada mestrados e doutorados como professora convidada no Departamento de Antropologia. Participa como uma das coordenadoras e pesquisadoras responsáveis pelo laboratório de pesquisa LA’GRIMA-Unicamp (Laboratório Antropológico de Grafia e Imagem).

É professora do curso de Pós-Graduação em Fotografia da FAAP, em São Paulo. Ensinou fotografia em instituições de ensino como a PUC – Campinas e a Panamericana Faculdade de Arte e Design (SP), coordenando também por dois anos o curso de bacharelado em Artes Visuais-Fotografia. Tem produções autorais fundamentadas pela convergência da Fotografia como elemento contemporâneo de expressão da sociedade humana e para tanto, apoia-se no universo da memória, da arte, da poética e da antropologia – em especial a Fotobiografia – como estética de argumento para as obras. Sua pesquisa de doutorado, intitulada “Fotobiografia – Por uma Metodologia da Estética em Antropologia”, orientada pelo Prof. Dr. Etienne Samain, recebeu o Prêmio Capes de melhor tese da área de “Ciências Sociais Aplicadas I” de 2010. Tem trabalhos, artigos e capítulos de livro publicados em livros e revista da área da fotografia, arte e antropologia e ministra cursos e oficinas sobre os temas da montagem, do arquivo de imagem e da fotobiografia.

Os artistas

ANA LUCIA MARIZ

Vive e trabalha em São Paulo. Exposição individual: Alma Secreta, Pinacoteca do Estado de SP; O que Paulo Reis me ensinou, Paraty em Foco. Exposição coletiva: Bienal de Cerveira, Portugal; Programa Exposições 2015, MARP; A construção de um Olhar – Fotografia brasileira no acervo da Pinacoteca do Estado de SP, Centro Leon, República Domenicana;13° Salão da Bahia – MAM Bahia. Prêmio: 41º Salão de Arte Contemporânea de Santo André; 16ª Coleção Pirelli /MASP de Fotografia. Publicação: Alma Secreta, Editora Terra Virgem. Residência: ArtAmari Residency, Grécia; entre outros.

CAROLINA KRIEGER

1976, nasceu em Balneário Camboriú, SC. Atualmente vive e trabalha em São Paulo. Prêmios: Prêmio Brasil Fotografia – Prêmio Aquisição (2013). Exposições Individuais: O Espelho do Avesso – Lianzhou International Photo Festival – China (2013). Exposições Coletivas: VI Prêmio Diário Contemporâneo de Fotografia – Belém, PA (2015) PHotoEspaña Descubrimientos – Madrid (2014). Residências Artísticas: Ateliê ENA com Eustáquio Neves – Diamantina, MG (2014).

NATASHA GANME

Nasceu em São Paulo em 1991. Apaixonada por fotografia desde muito cedo, logo se inclinou nesse universo se dedicando profundamente a desenvolver sua linguagem única através das imagens. Com a ajuda da escola Panamericana de Artes onde se formou em 2011, vem desenvolvendo projetos autorais cuja linguagem remete a um mundo de questionamentos e conflitos. Participou da coletiva “Sonho, memória , alucinação” com curadoria de Eder Chiodetto, e teve sua primeira mostra individual no Fest Imagem de 2015.

SHEILA OLIVEIRA

Nasceu em São Paulo, SP, em 1968, onde vive atualmente. Fotografa profissionalmente desde 1995 e em 2002 fundou o estúdio Empório Fotográfico, especializado em gastronomia. Recebeu os prêmios aquisição Casa do Olhar do 39º, 2011 e 42º, 2014 do Salão de Arte Contemporânea Luiz Sacilotto. Entre as principais exposições estão as mostras individuais “Rastro visto de coisa só ouvida”, Fauna Galeria, 2014 e Lanzhou Foto Festival, China, 2013; e entre as principais coletivas: Bienal Internacional Fotográfica Bogotá, Colômbia, 2015; Academia Paulista de Fotografia, DOC Galeria, 2015, entre outras participações em salões e galerias. Sheila Oliveira tem seus trabalhos em coleções públicas e privadas.

ELAINE PESSOA

Artista plástica, pós-graduada em Fotografia pela FAAP/SP e em Administração da Produção pela Fundação Vanzolini Poli/USP-SP. Vive e trabalha em São Paulo, Brasil. Participa assiduamente de salões, festivais e bienais de gravura e fotografia, dentre as quais destacam-se as mais recentes, em 2015: Photoespaña na Biblioteca Nacional de Madri, VI Edição do Diário Contemporaneo na Casa das Onze Janelas/Belem, 47.o SAC –Salão de Arte contemporânea de Piracicaba,  XV Bienal de Miniaturas Gráficas Luisa Palacios,  e a 5ª Mostra SP de Fotografia no Espaço Revista Cult. Lançamento do foto livro Tempo Arenoso, em 2015 e participação em edições e exposições  de Feiras de Livro de fotografia, . Possui obras no seguintes acervos: Print&Drawings Cabinet in Cremona Civic Museum – Cremona/Itália; AIE-Italia Association of Ex Libris–Novara/Italia; Taller de Artistas Gráficos Asociados Luisa Palácios – Caracas/Venezuela; Florean Museum – Maramures România;  Museu Olho Latino – Atibaia/São Paulo; Sakima Art Museum – Okinawa /Japão; The Americas Biennial Exhibition of Contemporary Prints/USA. The Organizing Committee of Guanlan International Print Biennial – Guanlan/China.

Prêmios: Prêmio Aquisitivo no Salão de Artes Visuais de Vinhedo; Menção Especial (Prêmio Honorífico) 5ª Bienal Nacional de Gravura – Olho Latino; Menção Honrosa XI Bienal de Miniaturas Gráficas Luisa Palácios.

MARCELO COSTA

Nasceu em 24 de outubro de 1968, em São Paulo-SP, cidade onde reside e trabalha. Formado em Medicina Veterinária pela UNESP-Botucatu em 1991. Formado em Fotografia pela Escola Panamericana de Arte em 2011. Pós-graduado em Fotografia pela FAAP em 2013. Participa de grupo de estudos no Ateliê Fotô com Eder Chiodetto.

Principais exposições:

2015 – 11° Paraty em Foco (convocatória),  2° Interfoto Itu, 47° Salão de Arte Contemporânea de Piracicaba, Salão de Artes Visuais de Vinhedo/2015, Contraprova vol.2 – Paço das Artes – São Paulo-SP,  VI Prêmio Diário Contemporâneo de Fotografia – Belém – PA,  43° Salão de Arte Contemporânea de Santo André-SP.

2014 –  65° Salão Paranaense – Museu de Arte Contemporânea – MAC – Curitiba-PR , 21° Salão de Artes Plásticas de Praia Grande-SP 2014, 18° Salão de Artes Plásticas de Catanduva-SP

 

 

MARILDE STROPP

Vive e trabalha em Campinas desde 1973.

Formação

2011/2015 – Grupo de Estudos e Criação em Fotografia; Coordenação: Eder Chiodetto – São Paulo, SP

2011 – Orientação de projetos; Coordenação: Edith Derdyk – São Paulo, SP

2010 – Escola São Paulo – 1 semestre de fotografia; Fotografia Contemporânea -Coordenação: Claudia Jaguaribe – São Paulo, SP

2009/2010 – Fotogravura; Coordenação: Kika Levy – São Paulo, SP

Principais exposições

2014 – Amor Amortecido – AT/AL/609 – lugar de investigações artísticas

2014 – Livro de Artista – Casa Contemporânea – São Paulo, SP

2013 – Escenarios de mujer – exposição coletiva  Brasil-Argentina-Colômbia-Cuba

2012 – Escenarios de mujer – exposição coletiva  Brasil-Argentina-Colômbia

2011 – Uma coisa são duas – Curadoria : Eder Chiodetto – São Paulo, SP

2010 – Paragem  Instalação Fotográfica – Ateliê Aberto – Campinas, SP

2009 — “79>09″ 30 anos > artes visuais >campinas > ribeirão preto; Museu de Arte Contemporânea de Campinas; Coletiva – Campinas, SP

2009 – O Lado de Dentro; Galeria Ybakatu Espaço de Arte Curitiba; Individual; Curadoria: Samantha Moreira – Campinas, SP

 

Twitter

Instagram

Facebook